•    A importância da mudança de hábito na formação do empreendedor

    Todos os colaboradores precisam aprender sobre a importância e a grandeza do planejamento estratégico dentro de uma empresa. A responsabilidade em relação ao assunto é muito grande. Eles precisam estar integrados ao plano de ação da empresa e acompanhar a movimentação da equipe com entusiasmo, no intuito de colaborar e não ser apenas mais um.

    Para isso, precisa estar equipado conceitualmente e consciente de suas limitações. Essa percepção é importante, pois abre o caminho à autossuperação e ao estabelecimento de uma estratégia pessoal para progredir. Em síntese, o colaborador precisa ser também um promotor do próprio talento e usá-lo em benefício do projeto comum. Isso requer uma transformação cultural, que passa pela incorporação do espírito empreendedor.

    Por sua vez, o empresário também precisa rever seus conceitos. A força que o empurra ao sucesso é a vontade de enfrentar desafios. Mas deve haver também disposição para adquirir novos conhecimentos e desenvolver comportamentos adequados a empreendedores, ter tolerância ao risco, visão de futuro, sonho, criatividade, liderança, inteligência emocional, aspiração por dinheiro, poder de implementação, decisão e capacidade para construir bons relacionamentos, internos e externos.

    Em síntese, respeitando-se a hierarquia, patrão, líderes e empregados devem se complementar e, juntos, construir as condições para o desenvolvimento coletivo e, obviamente, a execução do planejamento estratégico. Aqui se inclui também o desenvolvimento da sociedade, que não pode ser vista isoladamente ao mundo dos negócios. Muito pelo contrário, é com a aceitação dela que os negócios prosperam. Tanto é que o planejamento estratégico da empresa se embasa em missão e valores que regerão o empreendimento, que nada mais é do que um compromisso com o social.

    Fecha-se assim um circuito, em que o empreendedor se revela ao ver seu futuro no planejamento estratégico que adotou para sua empresa.

    Características que o empreendedor deve ter

    · Criatividade: capacidade de agir quando tem um problema qualquer.

    · Paixão: acredita em si mesmo, oferecendo-se para realização de tarefas desafiadoras.

    · Aceitação do risco: ainda que seja cauteloso e precavido, aceita riscos.

    · Destemido: não é atormentado pelo medo paralisante do fracasso, ele acredita.

    · Decisão e responsabilidade: toma decisões e aceita as responsabilidades implícitas.

    · Automotivação: tem grande entusiasmo por suas ideias e projetos.

    · Controle: é capaz de controlar a si mesmo e de influenciar o meio para atingir seus objetivos.

    · Espírito de equipe: cria equipe, delega e obtém resultados por meio de outros.

    · Otimismo: acredita na possibilidade de propor soluções aos problemas.

    · Persistência: é capaz de persistir até que o negócio comece a funcionar adequadamente.

    · Inovação: é estar atento às vantagens das novas tecnologias na produção e ao meio ambiente.