•    Criatividade │ A diferenciação requer investimento em educação

    A importância do autoconhecimento para a melhoria da qualidade de vida dos colaboradores da sua empresa.

    A diferenciação faz parte do programa de sensibilização. Estamos na Era da Comunicação, da Cooperação e do Conhecimento - a Era do Ser, que busca a evolução pessoal e social. O poder passa a vir de coisas abstratas - criatividade, ideias, serviços e comunicação.

    Refletir e aceitar a diversidade

    A empresa precisa refletir e aceitar a diversidade da sociedade, o que a fará enriquecer, tornando as pessoas mais flexíveis e, consequentemente, trazendo melhores resultados para os negócios. Dentro da visão holística, cada indivíduo é um pequeno sistema que constitui sistemas maiores que estão à sua volta, vivendo todos de maneira integrada.

    Empresas que aprendem sempre

    As pessoas necessitam desenvolver habilidades para criar, adquirir e transformar o conhecimento de forma a poder mudar o seu próprio comportamento. Na verdade, as pessoas devem ser preparadas para mudar permanentemente - pensamentos flexíveis, preparadas para o novo. As empresas precisam mudar seu relacionamento com os colaboradores e vice-versa: de um lado, o indivíduo mais consciente e, de outro, uma empresa de aprendizagem.

    Respeitando a diferença

    Cada ser é único e distinto. Cada ser traz para a empresa seus traços físicos, biológicos, emocionais, mentais, crenças e valores. Cada indivíduo expressa de maneira diferente as sensações, pensamentos, intuições e sentimentos.

    Semelhante e diferente

    Muitas empresas buscam, por meio de programas estruturados, incluir a diversidade em seu quadro de colaboradores. É um processo que requer investimento em educação e não apenas um treinamento de integração. Sua empresa pode criar o chamado “Espectro da Diversidade”, no qual os colaboradores possam vivenciar várias situações que envolvem as diferenças, abordando-as de maneira positiva. É preciso que todos os colaboradores participem, principalmente os recém-contratados.

    Função social da empresa

    Exteriormente somos muito parecidos, mas cada um é único. Desempenhamos diversos papéis: pai, empregado, irmão, irmã, trabalhador. Mas interiormente existe um ser que não muda. Nossa sede de preenchimento, nosso desejo de mudança e nossa procura por satisfação não muda.

    Cada indivíduo percebe, reage e responde diferentemente frente às ações sobre o meio. Cada um pode descobrir os seus condicionamentos, a harmonia e ser diferente. Utilizando o pensamento, sentimento, sensação ou intuição, cada pessoa tem a capacidade de mudar para melhor. Não importa a idade e nem quais estruturas de comportamento tenham aprendido, o homem é capaz de modificar sua própria conduta para, de forma contínua, melhorar.